Condomínios de SP formam socorristas para redução de acidentes

Emergências cada vez mais comuns como engasgos, torções, problemas cardiovasculares, queimaduras, reações alérgicas e outras, exigem agilidade e rapidez no atendimento. Solução para o Estado com maior volume de edifícios residenciais do país é habilitar grupos de primeiros socorros a acelerar atendimento para profissionais da saúde

É comum uma criança que escorrega, torce o tornozelo, um idoso que se desequilibra e machuca a perna, assim como o caso de engasgo, mal-estar e muitos outros no dia a dia. Ainda mais em locais como edifícios residenciais. O que exige atenção, administração e inovação por parte das administradoras para manter a saúde e o bem-estar de seus moradores. São Paulo é o Estado com o maior volume de condomínios e essa proporção deve aumentar também para o cuidado e zelo por seus habitantes.

Um fator ainda pouco considerado é a capacitação de profissionais aos primeiros socorros. “São Paulo possui poucas pessoas habilitadas ao primeiro atendimento. Sabemos que os minutos iniciais são fundamentais para que a vida do morador seja controlada e por isso, ter um socorrista habilitado em cada edifício facilita aos profissionais da saúde quando recebem os chamados”, explica Evelen Spilla, diretora da WED Consultoria, especializada em qualidade de vida, saúde e atualização profissional.

A especialista informa que “sempre se ouve falar que um morador sofreu queda, outro queimadura e inúmeros outros casos. É nessa rotina que o ‘socorrista condominial’ tem sua relevância para manter a segurança e a saúde do morador”, completa a executiva, referente ao curso para formação de socorristas, aberto ao público geral (não é necessário ser profissional da saúde).

“É possível formar grupos que estarão prontos a atender rapidamente em casos de urgência. Agilizando em casos de resgate e outras intervenções”, completa Evelen.

Fatores como Recuperação de engasgo, traumas e torções, queimaduras, reações alérgicas, mal súbito, afogamento e insolação são os casos ministrados pela WED Consultoria.

“Zelar pela saúde e qualidade de vida dos habitantes deve ser o primeiro fator dos condomínios. É por isso que formar ‘grupos de socorristas’ deve ser visto como investimento necessário”, finaliza a executiva da WED Consultoria.

 

Sobre a WED Consultoria: (www.wedconsultoria.com.br) é uma consultoria em educação e saúde comprometida com a excelência do processo e aprendizado e qualidade de vida, criando soluções estratégicas, organizacionais, tecnológicas e operacionais em projetos, gestão, educação e saúde, atendendo organizações que buscam a construção de interações educativas.