Archive for Visual.Press

10% dos Pet Shops fecham nos primeiros anos

Casos como o Pet da Pri, com dois anos de mercado, destacam a necessidade de atualização profissional e em oferecer novidades aos clientes e tratamentos especiais

Abrir o próprio negócio pode ser fácil. Mas mantê-lo requer um desafio para grande parte dos empreendedores. Segundo o Sebrae, 60% das empresas de São Paulo fecham as portas até o segundo ano. Mas, afinal, qual é o segredo para não fazer parte desta estatística?

Priscila Daud, proprietária do Pet da Pri, que este mês comemora dois anos de atuação em SP, destaca que “o desafio é grande. É preciso preparo e sempre muito pé no chão”, sobre mercado que cresce 20% ao ano segundo a Anfalpet (Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos para Animais de Estimação).

“Administrar um negócio não é brincadeira. É preciso dedicação, estudo, estar afinada com o planejamento e inovar sempre, já que a concorrência é cada vez mais acirrada”, completa. E explica o diferencial do seu negócio: “Hoje os proprietários de animais de estimação estão mais conscientes e querem que seu animalzinho seja tratado com cuidado e atenção. Nosso diferencial está no Check –in e Check out, higiene e estética animal, com tipos variados de tosas, além de outros serviços, como a hidratação dos pelos. No check-in anotamos todas as solicitações do cliente, tipo de shampoo que será utilizado, tipo de tosa, se o animalzinho usará ou não perfume e assim por diante. No check-out, o cliente recebe um feedback se o animalzinho está com algum tipo de parasita, se a pele esta ressecada etc.  Isso aumenta a segurança e conquistamos cada vez mais a confiança de nosso cliente”, destaca Priscila, sobre o Pet da Pri que cresceu 15% em 2013, em comparação ao primeiro ano de trabalho.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), o mercado brasileiro de pet shop está atrás apenas dos EUA, com faturamento médio de R$ 15,4 bi. Somente em 2013 houve um aumento de 8,3% em comparação a 2012.

O Pet da Pri, localizado na capital paulista, foi inaugurado em janeiro de 2012. Com investimento inicial de R$ 60 mil, a proprietária já vê o retorno do investimento. “A expectativa é boa. Neste segundo ano já planeja a ampliação da estrutura.

Entre os desafios do negócio, Priscila destaca a equipe. “No inicio nossa maior dificuldade era de conseguir profissionais capacitados e que entendessem a filosofia de trabalho”.

Sobre o Pet da Pri – Localizada na zona sul da capital paulista, o Pet da Pri é especializado em estética e higiene de animais. Como diferencial, realiza o check-in antes de o animal passar pelo procedimento e check-out relatando ao proprietário, possíveis alergias, feridas e ou parasitas, aumentando a segurança dos clientes.

Cuidado com as dietas da moda

Dieta da proteína, dieta rica em gordura e tantas outras caem cada vez mais no gosto popular com a promessa de redução rápida do peso. Nefrologista alerta que a manutenção do peso estável pressupõe uma ingestão energética equilibrada, principalmente para não sobrecarregar os rins

Hábitos alimentares são formados a partir da experiência familiar e do ambiente social. Na busca do ‘corpo ideal’, muitas vezes são divulgadas dietas impróprias e conceitos inadequados a respeito da saúde do ponto de vista nutricional.

Segundo a nutricionista da Fundação Pró-Rim, Dyane Correa, a grande maioria das dietas da moda levam realmente a uma perda de peso em pouco tempo, porém, assim que são interrompidas provocam aumento considerável, superando muitas vezes o peso anterior e levando ao desestímulo.

“Cada nutriente ingerido desempenha função específica no organismo. Sendo assim, a restrição e ou o excesso desses nutrientes podem trazer consequências sérias para a saúde, inclusive dos rins, no caso das dietas a base de proteínas, por exemplo”, alerta Dyane.

A nutricionista explica que a ingestão de proteínas – nutrientes indispensáveis para a formação e manutenção dos tecidos e para o metabolismo – em excesso, pode causar sobrecarga renal e hepática, com decorrente desidratação, desequilíbrio eletrolítico e perda de tecido magro. Da mesma forma, o uso de suplemento hiperproteico, indicado apenas em situações específicas, só deve ser utilizado com orientação correta.

Já os carboidratos, segundo Dyane, desempenham funções metabólicas importantes e são considerados a fonte primária de energia. Eles fornecem combustível para o cérebro, medula, nervos periféricos e células vermelhas do sangue. Dessa forma, a ingestão alimentar insuficiente traz prejuízos ao sistema nervoso central.

Os lipídios também são responsáveis por desempenhar as funções energéticas estruturais e hormonais no organismo. Porém, as dietas ricas em gordura contribuem para o surgimento da obesidade, diabetes mellitus, colesterol e doenças cardiovasculares que podem levar a insuficiência renal crônica (IRC).

Uma dieta nutricionalmente equilibrada, segundo Dyane, deve seguir redução calórica gradual, sem restrições drásticas, rica em fibras alimentares, adaptadas ao estilo de vida, às intolerâncias e preferências, prescritas individualmente por profissional habilitado, e, aliada sempre à atividade física regular. Este é o caminho correto para mudar o comportamento alimentar, e atingir assim a meta de todos, que é o peso adequado.

“A manutenção do peso pressupõe uma ingestão energética equilibrada com as necessidades do organismo, incluindo o metabolismo basal e as atividades físicas em geral”, enfatiza a nutricionista da Pró-Rim.

Sobre a Fundação Pró-Rim (www.prorim.com.br): A Fundação Pró-Rim é uma entidade sem fins lucrativos com 25 anos de atuação. Realiza tratamento de doenças renais crônicas e possui unidades em Santa Catarina e Tocantins. Está entre as 8 instituições que mais realizam transplantes renais no país e foi a primeira unidade de hemodiálise de SC a receber o nível máximo de Qualidade da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Pelo quinto ano consecutivo foi eleita pela Revista Exame, como uma das 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil.

Mais inteligente cibercrime força indústrias a mudanças drásticas

Relatório elaborado pela Sophos, especialista em segurança, destaca as principais táticas aos crimes móveis e indica o que esperar para 2014

Dados divulgados pelo Relatório de Ameaças de Segurança, da Sophos, especialista em segurança de dados, este ano, os cibercriminosos continuam o tema da profissionalização de sua “indústria”, oferecendo inteligência, novidades e capacitação cada vez maior na busca em amplificar a escala do cibercrime em níveis nunca antes vistos.

“Se 2013 nos ensinou alguma coisa, é que os controles de segurança tradicionais estão lutando. Estes novos comportamentos estão forçando a indústria a adaptar-se e mudar, provocando melhores práticas amplamente difundidas no mercado corporativo”, explica Antonio Mocelim, diretor da M3Corp, especializada em segurança corporativa e parceira oficial da Sophos.

O documento ainda destaca novas preocupações que vão desde ferramentas de malware furtivo, com camuflagem dinâmica, que proporcionam ataques com acesso persistente de longo prazo para os dados dos usuários, à proliferação de dispositivos conectados que representam alvos novos. “Muitos desses novos  aparelhos estão se tornando comuns em nossas casas e infraestrutura de todos os dias, oferecendo aos cibercriminosos o potencial para impactar nossas vidas diárias, em vez de apenas o roubo de informações financeiras tradicionais”, completa Mocelim.

“Estas tendências devem continuar em 2014 como ameaças ainda mais inteligentes, mais sombrias e furtivas”, destaca o executivo.

Em 2014 Sophos prevê maior foco de cibercriminosos em alta qualidade e phishing convincente, além de engenharia social para compensar os sistemas operacionais mais difíceis de explorar como o Windows 8.1; dispositivos embarcados (como sistemas de POS, sistemas médicos e nova infraestrutura “inteligente”) serão abertas velhas feridas como erros de segurança eliminados no ambiente PC moderno; ataques a dados pessoais e corporativos na nuvem continuarão crescendo à medida que os fornecedores se esforçam para refinar a estratégia de segurança nesta nova plataforma de computação e de malware para dispositivos móveis, para tornar-se tão sofisticado quanto os seus parentes de PC.

“Está claro que este ano precisamos observar não apenas a evolução de ataques existentes, mas estarmos preparados para novas ameaças emergentes que não foram previamente tratadas”, destaca Gerhard Eschelbeck, CTO da Sophos. “À medida que a indústria se adapta e reforça os mecanismos de proteção para cobrir novos dispositivos e ameaças, isso é cada vez mais um problema para todos os membros da sociedade, e não apenas para o governo e as empresas”.

Pró-Rim abre inscrições para Especialização em Nefrologia

Seleção acontece dia 13 de janeiro de 2014

 

Estão abertas as inscrições para a Especialização Médica em Nefrologia da Fundação Pró-Rim. Os interessados podem se cadastrar diretamente no site da Fundação (www.prorim.org.br) até esta sexta-feira, 10 de janeiro.

especialização é oferecida na Unidade Matriz da Pró-Rim em Joinville e dispõe de duas (2) vagas. As provas acontecem no dia 13 de janeiro, com 20 questões objetivas de clínica médica com ênfase em nefrologia.

O Programa de Estágio da Pró-Rim, certificado pela Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), já formou 25 residentes desde 1995 e oferece duas modalidades de atuação. Para profissionais que já possuem clínica médica, com duração de dois (2) anos e para quem deseja fazer especialização em clínica médica e em nefrologia, com duração de quatro (4) anos.
Diferenciais do Programa

Fundação Pró Rim e sua parceria com os hospitais de Joinville compõem um serviço de Nefrologia de referência no Brasil, com oportunidade de convivência nas áreas de clínica médica, transplante, hemodiálise, diálise peritoneal, pesquisa entre outras. Permite também o acompanhamento de procedimentos invasivos relacionados à nefrologia, como implante de cateter de duplo lúmen para hemodiálise, implante de cateter para diálise peritoneal, biopsias de rim nativo e de rim transplantados.

A médica Silvane Sebben conclui este ano a residência em nefrologia pela Pró-Rim. Para ela um dos diferenciais está no convívio com os pacientes e acompanhamento de vários casos clínicos.

Dra. Luciane Mônica Deboni, coordenadora de Transplantes da Pró-Rim e responsável pelo programa, destaca que a residência é acompanhada de atividades didáticas diárias, como reunião de anatomia-patológica, revisão e discussão de casos de biopsias renais, aulas de transplante renal e nefrologia clínica e participação em reuniões multidisciplinares.

O estágio também abre portas para programas de doutorado e mestrado, além de incentivos vindos da Pró-Rim para realização de cursos, participação em congressos e outros eventos da área, destacou o diretor clínico Dr. Marcos Vieira.

Para o presidente da Fundação, Dr. Hercilio da Luz Filho, está é uma oportunidade única para quem deseja seguir uma carreira de sucesso na área: “O profissional selecionado terá um grande fluxo de casos clínicos nas mãos e isso é essencial para a descoberta e aperfeiçoamento profissional”.
Mais informações

Data da Prova: 13/01

Horário: 8h30 Local: Instituto Pró-Rim de Educação e Pesquisa em Saúde (IPREPS)

Rua Alexandre Dumas, 50, Joinville – SC Vagas: 2


									

E agora? Como você estará daqui 10 anos?

Por Maísa Serra

 

Enfim, estamos em 2014. Começo de ano e sempre os mesmos planos: voltar a estudar, ter um filho, comprar um apartamento, guardar dinheiro…

Ok, são ótimos itens, mas sem planejamento não acontecem.

Todos os meses temos contas, compromissos e imprevistos. Se não calcularmos muito bem, não conseguiremos atingir nossas metas.

Então façamos o seguinte exercício: Como você se vê daqui 10 anos? Mentalize! Concentre-se e potencialize este sonho. Isso é o que nos move!

 

Conseguiu se ‘ver’? Ótimo!

Para que isso aconteça você deve se preparar desde já, afinal, 10 anos passam muito rápido (tenho certeza de que você lembra de coisas que fazia quando era criança com a mesma intensidade que se recorda da conversa com seu amigo na noite passada).

Para cada um dos seus objetivos, você deve poupar um determinado valor (e deixar estes valores em ‘locais’ separados para não misturar tudo). Voltar a estudar requer investimento, assim como ter um filho (que é para sempre), comprar um apartamento, ter uma reserva financeira, proteger tudo isso através de um seguro e previdência ou até fazer aquela viagem que você sonha.

Todos nós podemos realizar. É só planejar!

O ideal é que você organize suas contas de forma que poupe ao mês para cada uma de suas metas e vá realizando um passo de cada vez. Pensa que é muito? Certamente se deixar para a última hora o impacto será ainda maior.

Faça a conta através de alguns parâmetros. Comprar um apartamento deve representar em torno de 20% da renda. Um percentual maior pode acabar endividando a família e transformar este sonho em pesadelo.

Reserva financeira: o ideal é poupar em torno de 5% a 10% da renda para emergências, oportunidades, projetos, sonhos etc.

Seguro e previdência: é importante entender que você tem que proteger esta “máquina de fazer dinheiro” que é você. Tem que proteger você mesmo, sua família, seu patrimônio e seu futuro. Para isso, o percentual deve ser de 5% a 15%, dependendo da idade.

Estudo: ter uma reserva para isto, que será formada aos poucos, pode servir para pagar seu curso à vista e, quem sabe, conseguir um desconto.

Já ter filhos os planos podem mudar. O custo não é temporário. Mas os primeiros passos podem ser garantidos. Custas com o parto, decoração, chá de bebê, roupas e alguns acessórios… E, de preferência, que a sua vida financeira já esteja organizada e que seja muito planejado este momento.

Você acha que vai comprometer muito sua renda? Pense então que o brasileiro gasta em média 30% a 40% de seu orçamento para sanar dívidas com cartão de crédito, financiamentos e despesas fixas, transformando sua vida financeira em um caos. Que tal usar parte dos seus rendimentos para melhorar seu futuro?

Enfim, exercite e faça a calculadora trabalhar. O dinheiro precisa agir a seu favor.

Planeje, sonhe e trace metas. Aproveite a energia favorável de início de ano e coloque cada um dos sonhos para acontecer.

Maísa Serra é especialista em previdência privada, com mais de 15 anos de experiência no segmento. Mais informações acesse www.vidalivreseguros.com.br

ABPH no DCI

LINK DE ACESSO

ABPH na Exame

LINK DE ACESSO

ABPH no Monitor Mercantil

LINK DE ACESSO

ABPH no R7

LINK DE ACESSO

ABPH na UOL

LINK DE ACESSO