10% dos Pet Shops fecham nos primeiros anos

Casos como o Pet da Pri, com dois anos de mercado, destacam a necessidade de atualização profissional e em oferecer novidades aos clientes e tratamentos especiais

Abrir o próprio negócio pode ser fácil. Mas mantê-lo requer um desafio para grande parte dos empreendedores. Segundo o Sebrae, 60% das empresas de São Paulo fecham as portas até o segundo ano. Mas, afinal, qual é o segredo para não fazer parte desta estatística?

Priscila Daud, proprietária do Pet da Pri, que este mês comemora dois anos de atuação em SP, destaca que “o desafio é grande. É preciso preparo e sempre muito pé no chão”, sobre mercado que cresce 20% ao ano segundo a Anfalpet (Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos para Animais de Estimação).

“Administrar um negócio não é brincadeira. É preciso dedicação, estudo, estar afinada com o planejamento e inovar sempre, já que a concorrência é cada vez mais acirrada”, completa. E explica o diferencial do seu negócio: “Hoje os proprietários de animais de estimação estão mais conscientes e querem que seu animalzinho seja tratado com cuidado e atenção. Nosso diferencial está no Check –in e Check out, higiene e estética animal, com tipos variados de tosas, além de outros serviços, como a hidratação dos pelos. No check-in anotamos todas as solicitações do cliente, tipo de shampoo que será utilizado, tipo de tosa, se o animalzinho usará ou não perfume e assim por diante. No check-out, o cliente recebe um feedback se o animalzinho está com algum tipo de parasita, se a pele esta ressecada etc.  Isso aumenta a segurança e conquistamos cada vez mais a confiança de nosso cliente”, destaca Priscila, sobre o Pet da Pri que cresceu 15% em 2013, em comparação ao primeiro ano de trabalho.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), o mercado brasileiro de pet shop está atrás apenas dos EUA, com faturamento médio de R$ 15,4 bi. Somente em 2013 houve um aumento de 8,3% em comparação a 2012.

O Pet da Pri, localizado na capital paulista, foi inaugurado em janeiro de 2012. Com investimento inicial de R$ 60 mil, a proprietária já vê o retorno do investimento. “A expectativa é boa. Neste segundo ano já planeja a ampliação da estrutura.

Entre os desafios do negócio, Priscila destaca a equipe. “No inicio nossa maior dificuldade era de conseguir profissionais capacitados e que entendessem a filosofia de trabalho”.

Sobre o Pet da Pri – Localizada na zona sul da capital paulista, o Pet da Pri é especializado em estética e higiene de animais. Como diferencial, realiza o check-in antes de o animal passar pelo procedimento e check-out relatando ao proprietário, possíveis alergias, feridas e ou parasitas, aumentando a segurança dos clientes.